LACTOGAL


O leite: o alimento mais completo

Um copo (250 ml) de leite meio gordo contém:
7,8 gramas de proteínas de alto valor biológico
As proteínas sustentam as nossas células e transportam as ordens dadas pelos nossos genes (que comandam o nosso corpo). As proteínas realizam também outras funções, partindo na defesa do organismo (anticorpos) e constituindo hormonas. Sem ajuda das proteínas (enzimas) as nossas células funcionariam muito devagar. As proteínas são os “tijolos” do corpo.

4 gramas de gorduras
As gorduras são uma fonte de energia muito concentrada, que proporcionam o aquecimento do nosso corpo. As gorduras do leite contêm vitaminas (A e D), essenciais para a nossa saúde. As gorduras protegem-nos do frio.

12 gramas de hidratos de carbono
Os hidratos de carbono são a fonte mais importante de energia, de que necessitamos para realizar todas as actividades: pensar, correr, estar vivo! Os hidratos de carbono fornecem energia.

Sais minerais
Os sais minerais têm um papel fundamental para manter o nosso organismo em bom estado. O leite é uma fonte importante de cálcio e de fósforo. Um copo de leite meio gordo fornece cerca de 37,5% do cálcio e mais de 25% do fósforo que uma criança/adolescente precisa diariamente.
O cálcio e o fósforo são essenciais para fortalecer os ossos e os dentes. O cálcio tem também um papel importante no equilíbrio do sistema nervoso, no  funcionamento do coração, na boa coordenação entre o cérebro, os músculos e os ossos e no funcionamento das células do corpo.

Vitaminas
São importantes para o bom funcionamento do organismo e para a protecção de muitas doenças As vitaminas que existem no leite estão dissolvidas nas gorduras e na água.
As vitaminas do leite são essenciais para uma boa visão, pele e cabelo saudáveis. São importantes também para a formação dos ossos.

Água
A água é o componente essencial de todos os líquidos do corpo humano. Permite manter estável a temperatura do corpo e eliminar substâncias tóxicas.

A Água, as vitaminas e os sais minerais são indispensáveis para activar, regular e proteger os mecanismos do nosso organismo.
Por conter quase todas as categorias de nutrientes indispensáveis a uma alimentação saudável, o leite pode assim considerar-se um alimento altamente nutritivo.

Porque é que é tão importante que as crianças (e adolescentes) bebam leite, assumindo-se este como um alimento central da sua alimentação?


O processo de crescimento/desenvolvimento obriga a uma alimentação saudável e equilibrada que garanta, qualitativa e quantitativamente, necessidades nutricionais específicas. O leite fornece quantidades apreciáveis de nutrientes considerados fundamentais. É mesmo o alimento mais rico em cálcio (imprescindível ao processo de crescimento) e um dos mais ricos em proteínas (tão importante como o peixe, a carne e os ovos), para além de todos os inúmeros benefícios nutricionais já referidos. É, deste modo, um alimento essencial na alimentação das crianças, sem prejuízo de estas respeitarem, evidentemente, todos os outros pressupostos de uma alimentação saudável!

Mas as vantagens do leite não acabam na sua dificilmente igualável riqueza nutricional. Com efeito trata-se de um alimento que é, como poucos, extremamente versátil. Para as crianças que estão sempre a exigir novos pratos, o leite perfila-se como uma alimento indicado. Desde logo, ao pequeno-almoço, ele pode ser consumido, para além de simples, com aromas (a chocolate, baunilha, morango, etc.), com cereais, em deliciosos batidos de frutas, etc. Mais, é facilmente transportável para a escola (em pacotinhos pequeninos) para beber a meio da manhã ou a meio da tarde!

Para crianças e adolescentes, o leite constitui um poderoso aliado à manutenção da saúde e ao bom rendimento e aproveitamento escolares. Está demonstrado que é um hábito muito nefasto para a saúde e prejudica bastante o desempenho na escola o hábito de não tomar pequeno-almoço e/ou não comer a meio da manhã ou a meio da tarde. O leite é um alimento que deve, por sistema, substituir outras bebidas, que além de pobres nutricionalmente, têm inconvenientes para a saúde (como refrigerantes).